Luminaris – Juan Pablo Zaramella conta uma história fantástica usando pixilation no seu novo e brilhante curta

Seleção Oficial Anima Mundi 2011

Luminaris é um curta de animação feito com pixilation, uma técnica de animação stop-motion usando atores reais interagindo com objetos inanimados. O filme conta a história de um homem que vive em um mundo controlado pela luz. A cada manhã os habitantes deste mundo são despertados e arrastados até os seus trabalhos pela luz do sol, como se esta fosse uma espécie de força magnética. O protagonista tem um trabalho rotineiro em uma fábrica de lâmpadas. Mas ele tem algo em mente que pode mudar a ordem das coisas.

A locação do filme é uma Buenos Aires clássica, imaginada de um ponto de vista fantástico. O curta é como uma colagem de estilos, que combina art deco, cinema negro, tango, surrealismo e neorrealismo. Esta mistura de influências está diretamente ligada a história de Buenos Aires: a cidade e sua população é uma mistura de diferentes culturas.

Origem

O filme foi inspirado no tango instrumental “Lluvia de Estrellas” (Chuva de Estrelas), composto por Osmar Maderna na década de 40. O diretor Juan Pablo Zaramella explica: “Conheço este tango desde muito pequeno, porque os meus pais e avós costumavam ouvi-lo. Eu sempre gostei de sua música, mas como um adulto, percebi que parecia ser a trilha sonora de um filme, que parecia contar uma história que ainda não existia. Em 2008 fui selecionado para uma residência de criação em Abbaye de Fontevraud, na França, e decidí aproveitar a oportunidade para desenvolver este projeto.”
“No começo, desenvolvi o projeto como uma animação com bonecos, mas ao fazer alguns testes de pixilation nos jardins do Fontevraud, apenas por diversão, surgiu a semente do que hoje é o curta: a idéia da luz do sol como força magnética”

Devido a imprevisibilidade do tempo e as mudanças na intensidade e movimento do sol o curta demorou dois anos para ser concluído.

Direção: Juan Pablo Zaramella
Roteiro: Juan Pablo Zaramella & Gustavo Cornillón
Música: “Lluvia de Estrellas”
Argentina, 2011

Artigos relacionados

One thought on “Luminaris – Juan Pablo Zaramella conta uma história fantástica usando pixilation no seu novo e brilhante curta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *